quinta-feira, 13 de março de 2008

Jejum por justiça e pão

Pastoral da Terra faz jejum em solidariedade ao povo que passa fome por falta de terra em frente à Assembléia Legislativa

Nesta sexta-feira, dia 14 de Março de 2008, a partir das 8 horas da manhã até às 17:30h, agentes da Comissão Pastoral da Terra de Alagoas vão realizar um jejum em frente à Assembléia Legislativa de Alagoas (ALE), próxima à Catedral. O jejum será encerrado com uma celebração.
Inspirado na palavra do profeta Isaias (58.6-12), "quebrar as correntes e libertar os pobres", o jejum da CPT é em solidariedade as pessoas que passam fome no mundo, especialmente o povo sem-terra. Segundo Isaías, “o jejum traz para a cidade uma nova prática na justiça” e, é neste sentido que o 9° Jejum de Solidariedade aos Camponeses, dialogando com a realidade em que vivemos no Estado, faz um protesto contra a corrupção. O desvio dos 280 milhões de reais por boa parte dos deputados da ALE daria, por exemplo, para: implantar 28 mil hortas comunitárias e alimentar cerca de 80 mil famílias; comprar 40 mil hectares de terras na Zona da Mata, que assentaria mais de 5 mil famílias; ou construir 40 mil casas da Reforma Agrária. Enquanto muitos passam fome, os deputados vivem com luxo.
A CPT-AL tem a prática do jejum, orientada pela Igreja Católica. Neste tempo de quaresma, a Igreja convoca os(as) cristãos(ãs) a se prepararem espiritualmente para viver o tempo pascoal. A quaresma é um tempo de fazer a memória à Paixão de Cristo, que lutou pela justiça social, pela libertação do povo de Deus – povo sofrido pelo poder imperial da época. Por isso, a CPT afirma “Nosso jejum é por justiça”, para ressuscitar, assim como Cristo, a humanidade.

Maiores informações:
Irmã Elizabete Raimunda – 9127-0366
Irmã Cícera Menezes – 9127-0293

Nenhum comentário: