sexta-feira, 25 de julho de 2008

Camponeses ocupam área grilada em Murici

A ocupação aconteceu depois da atividade contra a grilagem de terra no Cartório do Município

Na manhã de hoje, 25 de julho de 2008, camponeses acompanhados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST), realizaram uma manifestação no município de Murici.
Os camponeses passaram pelo Cartório do 1º Ofício, seguindo para o gabinete do prefeito e encerrando o Ato no acampamento Margarida Alves, do Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL).
Há um ano os Movimentos Campesinos alagoanos denunciaram as fraudes do cartório que sofreu intervenção e a tabeliã Maria de Lourdes Ferreira Moura foi afastada por 90 dias. Agora, eles exigem o afastamento da tabeliã que ainda continua no cargo, apesar da entrega do relatório ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) pelo corregedor-geral desembargador Sebastião Costa Filho, em 04 de janeiro de 2008
[1], que recomenda a sua exoneração.
Depois da manifestação, trabalhadores rurais assessorados pela CPT realizaram a ocupação de 100 hectares, área do acampamento Mumbuca, grilada por um fazendeiro com a conivência do Cartório de Murici.
As atividades foram em comemoração ao Dia do Trabalhador Rural.


[1] http://www.tj.al.gov.br/corregedoria_novo/noticias/mostra_not.php?c=139

Nenhum comentário: