quinta-feira, 13 de novembro de 2008

21ª Romaria da Terra e das Águas de Alagoas deve reunir mais de 5 mil pessoas

Caminhada percorre 13km de Flexeiras ao Assentamento Flor do Bosque (Messias)


Neste final de semana, 15 e 16 de novembro, vai acontecer a 21ª Romaria da Terra e das Águas, com o tema "Terra Conquistada: Vida e Fartura Partilhada". A caminhada parte da Praça Central de Flexeiras, e se estenderá até o assentamento Flor do Bosque, em Messias. Serão 13km percorridos em noite de lua cheia e, ao amanhecer do dia, um café da manhã camponês vai ser oferecido pelos assentados da região.

A concentração da Romaria começa a partir das 20h deste sábado (15) com um momento cultural. Às 22h haverá Missa presidida pelo Arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz. Em seguida, a caminhada será iniciada. Durante o percurso, camponeses e camponesas entoarão cantos da terra. Três momentos com muita celebração, reflexões e orações irão acontecer durante as paradas.

O percurso é encerrado no assentamento Flor do Bosque para celebrar os 10 anos de luta e resistência do povo do local. Essa Romaria também reflete a realidade do complexo Agrisa/Peixe (pelo MST, MLST e MTL) – maior área desapropriada do Estado. Além disso, a Romaria divulga a Campanha Nacional pelo Limite da Propriedade de Terra e em Defesa da Reforma Agrária e da soberania territorial e alimentar, pretende fortalecer as comunidades camponesas envolvidas e debater o papel dos camponeses na missão de produzir alimentos e preservar o meio ambiente.

A partir da simbologia da saída da cidade para o campo – do Egito à terra prometida –, a Carta da 21ª Romaria da Terra e das Águas, assinada por Dom Antônio Muniz, denuncia a "escravidão causada pelo agronegócio e suas monoculturas, que expulsa o homem do campo, empurrando-os para as favelas e tirando-lhes a dignidade de filhos e filhas de Deus" e "morosidade do INCRA de fazer uma reforma agrária sustentável, integral e realmente camponesa".

Durante 12 anos a Romaria da Terra aconteceu na Serra da Barriga, berço da luta pela liberdade, sendo realizada inicialmente pela paróquia de União dos Palmares e da Comissão Pastoral da Terra. Com o passar dos anos, a caminhada foi crescendo e passou a ser a ser itinerante, indo aonde há necessidade de fortalecer a comunidade e denunciar os conflitos agrários.


Maiores informações:Carlos Lima (Coordenador Estadual da CPT) – (82) 9127-5773 / Henrique Santos (Coordenação Estadual da CPT) – (82) 9127-5044

Nenhum comentário: