quinta-feira, 5 de março de 2009

NOTA DE ESCLARECIMENTO


Diante da matéria anunciada nos meios de comunicação, no dia 04 de março do ano corrente, da existência de desmatamento em um assentamento da Reforma Agrária em Água Branca/AL, a Comissão Pastoral da Terra vem por meio desta esclarecer a população em geral o seguinte:
Que a referida área, que também teve sua imagem publicada nas principais TVs e jornais diários do Estado, se trata de uma propriedade particular ficando assim, fora dos limites demarcados pelo INCRA no sistema cartográfico;
Que o agricultor Ilário Holanda dos Santos preso em flagrante, não faz parte do assentamento;
Que as recomendações política e técnica de nossa instituição são de uma posição contrária ao desmatamento, conscientizando-os da importância da preservação ambiental;
Que faz-se necessário questionar a quem interessa utilizar de má-fé informações que só vem prejudicar àqueles que mais trabalham para garantir a alimentação na mesa do povo brasileiro, e que estes revejam sua posição quanto ao que dizem.
E por fim, reafirmamos nosso compromisso com a democratização do uso da terra e com a produção agroecológica que seja ambientalmente sustentável.

Reforma Agrária. Urgente e necessária!

Comissão Pastoral da Terra de Alagoas
Maceió, 05 de março de 2009.

Nenhum comentário: