quarta-feira, 29 de abril de 2009

DOM HÉLDER CÂMARA: Um homem de fé e justiça social


Nesse ano, a Igreja e lideranças dos mais diversos segmentos sociais comemoram o centenário de Dom Hélder Pessoa Câmara, que nasceu em Fortaleza no dia 07 de fevereiro de 1909 e faleceu no Recife em 27 de agosto de 1999. O religioso visionário defendia a paz e a justiça para os filhos e filhas de Deus.

O arcebispo de Olinda e Recife, pregava uma igreja simples que fosse comprometida com anseios da população empobrecida e foi um grande defensor dos direitos humanos, além de ajudar na fundação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Durante o regime militar, foi perseguido e intitulado como "Arcebispo Vermelho", já que exercia no país uma forte atuação social e política. Ao lado de Dom José Maria Pires, conhecido por “Dom Zumbi” bispo emérito na Paraíba, atuou em defesa da reforma agrária e defendeu a ocupação de terras.

Foi o único brasileiro indicado quatro vezes para o Prêmio Nobel da Paz, escreveu vários livros e recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. A CPT-AL reconhece a importância desse religioso e colocou seu nome no primeiro assentamento acompanhado pela entidade localizado em Murici (2001), e no ano seguinte criou um prêmio para homenagear personalidades que apóiam a luta em defesa da reforma agrária no estado.


“Quando dou comida aos pobres, me chamam de santo. Quando pergunto por que eles são pobres, chamam-me de comunista”.

Dom Hélder Câmara

Nenhum comentário: