terça-feira, 23 de junho de 2009

Camponeses ocupam latifúndio em Messias por tempo indeterminado


Os trabalhadores rurais vão começar a produzir suas culturas agrícolas na fazenda Baixa Funda e exigir a desapropriação das terras


Por: Helciane Angélica - jornalista


Cerca de 30 famílias camponesas ocuparam a fazenda Baixa Funda na última sexta-feira (19) por volta das 20 h, distante 2 km da cidade de Messias, localizada na BR 104, na zona da mata alagoana. Os trabalhadores rurais recebem o apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT-AL) e ficarão no local por tempo indeterminado.

A fazenda apresenta apenas a monocultura de cana de açúcar, e não existe a confirmação sobre o verdadeiro o proprietário. Um morador se diz o dono, mas ainda não apresentou qualquer documentação, e também, os donos da Usina Utinga Leão afirmam que o imóvel foi arrendado por eles. Enquanto isso, a área fica na maioria das vezes sem acompanhamento.

Os camponeses de origem humilde são moradores das adjacências que trabalham no corte da cana e lutam por melhores condições de trabalho e de vida, além da efetivação da reforma agrária no país. Eles estão acampados no local e vão começar a trabalhar na terra, para produzir macaxeira, feijão e batata; e reivindicar oficialmente a desapropriação das terras para a implantação de um assentamento.

Nenhum comentário: