quinta-feira, 11 de junho de 2009

Coordenadora do MST prestigia feira camponesa

Texto e foto: Helciane Angélica - jornalista


Débora Nunes, coordenadora nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), esteve presente no último dia da 10ª Feira Camponesa e destacou a necessidade da realização dessas atividades que exaltam a produção dos assentamentos da reforma agrária.

“A grande importância das feiras organizadas pelo movimento do campo não é a questão da comercialização, mas sim em demonstrar a importância da reforma agrária. Porque a gente pode vender o material em qualquer município.” A ativista destacou os reais objetivos. “Quando a gente vem para Maceió, é para mostrar porque existem as ocupações e nossa capacidade de produção, além de furar a grande imprensa, uma vez que eles não dão a devida atenção aos assentamentos e sim as ocupações”, afirmou Débora Nunes.

Muitas pessoas que são contra a atuação do movimento dos trabalhadores rurais incentivam o boicote às feiras, mas o “problema” não é resolvido, porque se os produtos não são comprados na feira dos assentados, serão adquiridos nos mercados públicos, e essa produção tem a mesma origem.

Assim como a Comissão Pastoral da Terra, o MST realiza uma feira denominada Feira da Reforma Agrária que é anual e a sua 10ª edição está prevista para acontecer em setembro de 2009.

Nenhum comentário: