sábado, 25 de julho de 2009

MST celebra a passagem do Dia do Trabalhador Rural em Alagoas


Dialogando com a sociedade, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, promove doações de sangue, passeata, doação de alimentos e outras atividades na passagem do dia 25 de julho (feriado para os trabalhadores rurais desde 1964)



Para celebrar o Dia do Trabalhador Rural, em Alagoas, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra vai realizar em várias regiões do Estado uma série de atividades que retribuam à sociedade o apoio à luta pela Reforma Agrária. Desde 1964, o dia 25 de julho é feriado para quem trabalha produzindo no campo (Lei nº 4338/64). Este ano, o MST realiza atividades em Arapiraca, Água Branca, Pão de Açúcar, União dos Palmares, Flexeiras, Joaquim Gomes, Maragogi e Piranhas.

O objetivo principal das atividades é agradecer às comunidades locais pelo apoio dado ao MST e outros movimentos que lutam pela Reforma Agrária. Está previsto a distribuição de aproximadamente 35 mil quilos de alimentos, produtos oriundos de assentamentos da Reforma Agrária, em povoados e praças das cidades nos dias 24 e 25 de julho. Confira o roteiro:

Em Arapiraca, no dia 24/07, haverá distribuição de alimentos na praça Marques/Calçadão da Igreja, no Centro, a partir das 9h. Ainda, um grupo de 30 trabalhadores rurais realizará doação coletiva de sangue no Hemoal da cidade.

Em Água Branca, no dia 24/07, haverá uma passeata pelas ruas da cidade apresentando ao prefeito uma demanda por estradas, escolas e assistência de saúde nos assentamentos do município. O protesto deve ocorrer pela manhã.

Em União dos Palmares, no dia 24/07, haverá palestras nas escolas para apresentar o debate da Reforma Agrária. No dia 25/07, o Movimento fará no turno da manhã, distribuição de alimentos no Centro da Cidade.

Em Pão de Açúcar, no dia 25/07, trabalhadores e trabalhadoras do campo farão um mutirão de limpeza e pintura da praça principal da cidade, na Av. Braulio Cavalcante, e na Orla no turno da manhã.

Em Piranhas, no dia 25/07, haverá doação de alimentos no povoado Fazendinha, a partir das 9h.

Em Maragogi, no dia 25/07, o MST doará alimentos no turno da manhã no povoado de Barra Grande.

Em Flexeiras, no dia 25/07, haverá um mutirão de limpeza, próximo a entrada da cidade, no Matadouro, no turno da manhã.

E em Joaquim Gomes, no dia 25/07, os trabalhadores do campo doarão alimentos no centro da cidade.

Atividades semelhantes acontecerão por todo o país lembrando a passagem do Dia do Trabalhador Rural. Segundo Zé Roberto, coordenador do MST em Alagoas, “esta é uma oportunidade de dialogarmos com a sociedade que vive no campo e na cidade ao mostrar 'em toneladas' o valor da produção feita em assentamentos da Reforma Agrária, colaborando, inclusive, para o combate aos efeitos da Crise Econômica sobre a classe trabalhadora”.

Fonte: Rafael Soriano - Assessor de Comunicação do MST/AL



Nenhum comentário: