quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Trabalhadores rurais do sertão são ameaçados

Por: Helciane Angélica - Jornalista/CPT
Foto: Arcervo CPT


Nas primeiras horas desta quarta-feira (07/10), cerca de 28 famílias camponesas que recebem o apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT-AL) foram ameaçadas pelo Deputado Estadual Arthur Lira do Partido Progressista, que chegou com alguns capangas e disse que iria destruir todos os barracos e os acampados seriam retirados a força.

Há 18 meses, os trabalhadores rurais estão na fazenda Boa Esperança que pertence ao Deputado Federal Benedito de Lira (PP/AL), no município de Major Izidoro. Durante esse período, a produção agrícola foi incentivada, com o cultivo do milho, feijão, batata, abóbora, fava, macaxeira e outros alimentos, além de terem uma pequena criação de animais.

Em abril deste ano o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-AL) executou uma vistoria e o proprietário foi notificado, pois o laudo constatou a improdutividade. De acordo com a Lei nº 8.629/93, as áreas que não atendem as funções econômica, ambiental e trabalhista devem ser destinadas para a reforma agrária.

Os coordenadores da CPT buscam o apoio necessário dos órgãos competentes para garantir a integridade física, material e proteção às vidas dos acampados e acampadas.

Nenhum comentário: