domingo, 1 de novembro de 2009

Guerreiros da vila estarão na Romaria da Terra

O grupo irá apresentar a banda percussiva no espaço cultural e o teatro em uma das paradas estratégicas da 22ª Romaria da Terra e das Águas



Texto e fotos: Helciane Angélica - Jornalista/CPT


A Comissão Pastoral da Terra em Alagoas representada pelo historiador e coordenador estadual Carlos Lima, visitou a comunidade da Vila Emater localizada ao lado do lixão de Maceió, que possui 230 famílias. O encontro teve como objetivo, conhecer o trabalho do Ponto de Cultura Guerreiros da Vila e oficializar o convite para participar da 22ª Romaria da Terra e das Águas que será no dia 29 de novembro em Maceió.

Na ocasião, o arte-educador Helcias Pereira apresentou os integrantes e falou sobre as ações desenvolvidas no espaço cultural construído em abril desse ano. O grupo é fruto da parceira da Associação dos Moradores e da organização não-governamental São Bartolomeu (aborda a conscientização ambiental e atividades de cidadania), que executam o teatro do oprimido, coco de roda, banda percussiva e outros.

Carlos Lima afirmou que sempre teve vontade de ir no local, principalmente depois que aconteceu a morte de uma criança no lixão, além de querer desenvolver um trabalho com a comunidade. Iniciou sua apresentação abordando um pouco sobre a trajetória da CPT e destacou os projetos realizados, dentre eles a Romaria da Terra e das Águas, que neste ano abordará o tema “Do êxodo rural à periferia da capital”.

Na romaria não é só andar e rezar, e sim, fazer sempre uma reflexão crítica sobre um tema específico e esse aborda a realidade de muitos de vocês. (...) Muitas vezes, as pessoas vêm para Maceió achando que vai encontrar o paraíso, atrás de uma vida melhor, enfim, vem achando que aqui é o melhor lugar do mundo e não é bem assim. Muitos descobrem o sofrimento e a necessidade”, disse Lima.










O objetivo da atividade é envolver não só os trabalhadores rurais e religiosos, assim como, as comunidades que são da periferia e pessoas que convivem com as consequências do êxodo rural. “A gente nem imagina que aqui dentro tem um espaço como esse. Vocês estão enfrentando as dificuldades e buscando novos horizontes, para nós da CPT seria importantíssima a participação de vocês”, afirmou o coordenador estadual.

O presidente da Associação dos Moradores, Jailson Carnaúba de Oliveira, conhecido por “Pelé” declarou que participou de uma romaria na Serra da Barriga e que muitas pessoas da Vila vão todo ano, inclusive, sai do local um ônibus com os participantes. O convite foi aceito e na ocasião será apresentada a banda no momento cultural da romaria e o teatro em uma das quatro paradas estratégicas, também ficou registrada a promessa de se apresentarem na feira camponesa de junho de 2010.


Planos

Para o próximo ano, os Guerreiros da Vila pretende ampliar o número de ritmistas de 30 para 50, além de lançar o bloco carnavalesco Afro Guerreiros. “Esses ‘meninos e meninas’ são um espelho para as crianças, eles ficam aqui assistindo e interagem constantemente. E a nossa intenção é se profissionalizar mesmo, colocar outros instrumentos e investir também em figurino”, declarou o músico e instrutor Joseano Silva. A CPT já se comprometeu em garantir todo o apoio necessário para contribuir no crescimento do grupo.

Nenhum comentário: