quinta-feira, 29 de abril de 2010

CPT entregará relatórios de 25 anos de conflitos no campo a ministro da Justiça

Nesta quinta-feira (29 de abril), às 16 horas, o ministro da Justiça Luiz Paulo Barreto, receberá a Comissão Pastoral da Terra (CPT) para uma audiência quando a entidade entregará ao ministro os relatórios de 25 anos de conflitos no campo no Brasil. A publicação Conflitos no Campo Brasil é editada anualmente pela CPT desde 1985 e abrange dados dos conflitos no campo, como assassinatos, conflitos trabalhistas, ações dos movimentos, violência contra a pessoa, violência contra a ocupação e a posse, entre outros. O relatório mais recente foi lançado em São Paulo , no dia 15 de abril, com os dados referentes ao ano de 2009.

Além dos relatórios, a CPT entregará, ainda, ao ministro, a lista completa com os dados de assassinatos de trabalhadores e trabalhadoras do campo e de seus parceiros, entre os anos de 1985 e 2009, e dos julgamentos destes crimes.

Também será entregue ao Ministro documento com os nomes de agentes da CPT que tem sofrido perseguição e ameaças de morte neste início de 2010.

Enquanto a bancada ruralista e a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) tentam atribuir aos movimentos de luta pela terra no Brasil, a responsabilidade pelos conflitos e pela violência no campo, e qualificam suas ações em defesa do direito à terra, como criminosas, os números que serão levados ao ministro mostram com clareza meridiana o latifúndio e o agronegócio como os responsáveis por esses crimes. A absurda concentração da terra no Brasil se deu e se dá pela espoliação dos direitos dos índios e de outras comunidades de camponeses pobres, pelo uso do instrumento da grilagem de terras públicas, e se mantém através do uso da violência tanto pública quanto privada e pela sujeição de trabalhadores a situações análogas às de trabalho escravo.

______

Serviço: Audiência com ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto

Horário: 16 horas

Local: Ministério da Justiça - Esplanada dos Ministérios, Bloco T, Edifício sede - Brasília-DF

Presenças: Dom Tomás Balduino (conselheiro permanente da CPT), Isolete Wichinieski (coordenadora nacional da CPT), Dom Dimas Lara Resende (secretário geral da CNBB), Marina Santos (direção nacional do MST), Saulo Ferreira Feitosa, secretário adjunto do CIMI.

Para acessar o relatório Conflitos no Campo Brasil 2009 - http://www.cptnac.com.br/?system=news&action=read&id=3655&eid=6

Fonte: Assessoria de Comunicação - CPT Nacional

Nenhum comentário: