quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Acadêmicos participam do Plebiscito pelo Limite da Terra

Estudantes de vários cursos tiraram suas dúvidas e registraram o seu voto


Texto e fotos: Helciane Angélica - Jornalista/CPT-AL



A manhã desta quinta-feira (02.09) começou movimentada na Sociedade de Ensino Universitário do Nordeste (SEUNE-AL) – localizada no bairro do Farol em Maceió – com a presença de uma urna de votação para o Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra.

Os acadêmicos das faculdades de Direito, Ciências Contábeis, Administração e Enfermagem registraram sua opinião, favorável ou não, em relação às duas perguntas: "Você concorda que as grandes propriedades de terra no Brasil devem ter um limite máximo de tamanho?" e "Você concorda que o limite das grandes propriedades de terra no Brasil possibilita aumentar a produção de alimentos saudáveis e melhorar as condições de vida no campo e na cidade?".

Alguns estudantes não tinham conhecimento sobre a importância do Plebiscito, e receberam dos mesários panfletos e informações sobre a campanha que ocorrerá em todo o território nacional até o dia 07 de setembro. Professores também registraram seus votos.

Já a estudante Marilene da Silva Rocha, do sétimo período de Direito, que vem acompanhando a mobilização na TV, demonstrou total apoio. “Para mim esse Plebiscito representa um grande avanço, porque eu sou contra a concentração de terras e creio que todos têm necessidade de criar e produzir algo. E quem está no campo, além de ter um pedaço de terra vai contribuir para o desenvolvimento do país. Tenho certeza, que aquele que está no campo e tendo uma vida digna, jamais se ausentaria da terra para viver nas favelas”, afirmou.


Mais informações: www.limitedaterra.org.br

Nenhum comentário: