sábado, 16 de outubro de 2010

Casa de Farinha apresenta beiju “chapéu de couro” na Feira Camponesa

A CPT é a única que instala uma casa de farinha na praça


Por: Helciane Angélica - Jornalista/CPT-AL



A Comissão Pastoral da Terra (CPT-AL) realiza a Feira Camponesa na capital alagoana há sete anos, nos meses de junho e outubro, e tem proporcionado a integração entre a população urbana e os camponeses oriundos de acampamentos e assentamentos da reforma agrária de várias partes do Estado.

Desde o início da implantação do projeto, um dos seus atrativos é a casa de farinha, que desenvolve de forma artesanal a produção da farinha e do beiju. Os visitantes podem acompanhar todo o processo da farinhada, e fazem filas para esperar o beiju feito na hora.

Nesta 13ª edição realizada de 13 a 16 de outubro na Praça da Faculdade, foram comercializados 400 beijus (unidade por R$1,50) e quatro fornadas de farinha, sendo cada uma com 30 kg. E a novidade deste ano foi o beiju intitulado “chapéu de couro”, com goma de mandioca e coco, sendo assado por baixo da farinha, que tem como resultado uma casca bem crocante e saborosa. Mesmo o preço sendo um pouco mais caro, a partir de R$10, foram encomendadas 22 unidades cada uma pesando em média 900g.

Nenhum comentário: