quarta-feira, 25 de maio de 2011

CPT exibe documentário “A bota velha é nossa” no CESMAC


O documentário relata a resistência das 102 famílias camponesas, e foi oficialmente lançado no dia 1º de abril de 2011 durante a Feira da Esperança e da Solidariedade ao lado da Igreja São Gonçalo

Por: Helciane Angélica - Jornalista/CPT-AL

A Comissão Pastoral da Terra foi convidada para exibir o documentário “A Bota Velha é Nossa”, nesta quinta-feira (26.05) às 20h20, no Centro Universitário Cesmac no bairro do Farol em Maceió. A atividade acontecerá na turma do 5° período de Jornalismo, durante a aula ministrada pelo jornalista e professor Alexandre Henrique Lino.

A produção independente foi executada em parceria com a Central Única dos Trabalhadores (CUT-AL) e o programa “Eu quero Ver” da TV COM. Com 15 minutos de duração, relata-se sobre a luta e resistência no Acampamento Bota Velha localizado no município de Murici, zona da mata de Alagoas.

Na atividade, o historiador e Coordenador da CPT-AL, Carlos Lima, participará de um debate com os acadêmicos sobre a importância da reforma agrária, além de repassar mais detalhes sobre as 102 famílias camponesas acompanhadas desde 2002, na antiga Fazenda Bota Velha. Essas terras foram compradas pela usina falida São Semeão, e depois, arrendada pela Usina Santa Clotilde que agora exige a reintegração de posse. Com a divulgação deste trabalho, busca-se sensibilizar autoridades e a sociedade sobre a ameaça de despejo e o drama dos camponeses que não têm para onde morar e trabalhar.

Os acampados se fixaram em dois núcleos (Bota Velha e Santa Cruz) nas terras improdutivas da antiga Fazenda Bota Velha, possuem uma boa produção agroecológica, criam animais, implantaram uma casa de farinha, tem uma escola itinerante e casas com energia életrica.

Nenhum comentário: