domingo, 4 de setembro de 2011

Governo amplia quantidade de técnicos extensionistas no campo

A agricultura familiar em Alagoas ganhou mais 66 extensionistas rurais, que vão atuar por um ano vinculados à Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) e facilitar o acesso dos agricultores às políticas públicas. Os profissionais assinaram nesta segunda-feira (29), no Palácio República dos Palmares, em solenidade com a presença do governador Teotonio Vilela Filho, o termo de outorga para desenvolver as atividades.

Na cerimônia, o governador ressaltou que a concessão de bolsa para esses novos técnicos faz parte da iniciativa do governo para reforçar o serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater). “Quando chegamos ao governo, em 2007, o Estado não tinha convênios com o governo federal. Nós fizemos novos convênios, adquirimos veículos e motocicletas, que hoje são quase 400, adquirimos equipamentos de trabalho e também selecionamos técnicos. A missão de vocês é nobre”, destacou.

Agora, com esses novos profissionais, já passa de 300 o número de técnicos que estão no campo atendendo aos agricultores familiares e impulsionando o plantio, a produtividade, o beneficiamento e a comercialização da produção.

“O agricultor depende da orientação de vocês para produzir bem, para aumentar e melhorar a produção, para comercializar”, salientou o secretário de Estado da Agricultura, Jorge Dantas, que também agradeceu ao presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), Tadeu Muritiba, pela parceria da instituição na seleção dos profissionais.

“O resultado do trabalho de vocês será muito importante”, afirmou o presidente da Fapeal. Um dos resultados será o aumento da produção de alimentos no Estado. “O trabalho de assistência técnica vai ser importante para o agricultor e também para nós, que vamos aprender mais, vamos trocar experiência”, disse o técnico agrícola Manoel Pereira Brandão Júnior, que vai atuar no município de Canapi, Sertão do Estado.

Quem também estava entusiasmada era a assistente social Kiara Karoline Silva Feitoza, que vai atuar em Cacimbinhas, município da região da Bacia Leiteira. “É minha primeira experiência profissional, mas sei que, apesar do desafio, os agricultores são muito receptivos. Um dos trabalhos que vou desenvolver junto com a equipe é o fortalecimento do associativismo e do cooperativismo. Ao final, sei que terei aprendido muito também”, citou a assistente social.Além de técnicos agrícolas e assistentes sociais, entre os novos extensionistas estão engenheiros agrônomos, florestais e de pesca; zootecnistas; veterinários; nutricionistas; administradores e técnicos em agropecuária. Eles ficarão vinculados às nove Gerências Regionais da Seagri em todo o Estado.

Fonte: Seagri

Nenhum comentário: