segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Movimentos sociais celebram o natal com os acampados da Praça Sinimbu


Praça Sinimbu, ocupada pelos camponeses do MTL. Foto Valdemir Augustinho
Railton Teixeira

Lideranças dos movimentos sociais de Alagoas celebrarão, nesta quarta (21), os festejos natalinos com os acampados do Movimento Terra Trabalho e Liberdade (MTL), que estão na Praça Sinimbu, centro de Maceió, desde fevereiro.

Estão a frente da confraternização natalina, além do MTL, a Comissão Pastoral da Terra (CPT), o Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Os festejos natalinos estão programados para começar às 10h, na própria Praça Sinimbu, com a celebração ecumênica, presidida pelo padre Alex Cauchi e pelo pastor Wellington Santos. Logo após, um almoço fraterno e distribuição de brinquedos, para as crianças acampadas.

De acordo com Carlos Lima, coordenador da CPT, a iniciativa nasceu diante do espírito que esta época proporciona e da inquietação dos movimentos sociais em confraternizar com aqueles que estão acampados no centro da capital.

“Enquanto todos confraternizam entre si e festejam o natal eles estão lá, por está razão e pelo espírito que nos move, armaremos as nossas tendas e celebraremos o nascimento do menino Jesus na Praça Sinimbu, com os nossos irmãos acampados do MTL”, enfatizou Carlos Lima.

Segundo o coordenador estadual do MLST, Josival Oliveira, as famílias acampadas na Praça Sinimbu aguardam um posicionamento das autoridades competentes, uma vez que elas foram despejadas, pela justiça, em janeiro, deste ano, da Fazenda Cavaleiro, na cidade de Murici (distante 51 km de Maceió).

“Acreditamos que essa celebração de natal vem em solidariedade aos nossos irmãos sofridos, que ao mesmo tempo são vítimas da burocracia. Eles estão no relento desde fevereiro e estão sem perspectiva de terem um local para produzir os seus alimentos e terem uma vida digna”, enfatizou Josival.

A coordenação dos movimentos sociais pede a colaboração da sociedade para que participem também da celebração ecumênica e de acordo com Carlos Lima, a CPT está arrecadando brinquedos para serem distribuídos para as crianças acampadas. Maiores informações, a respeito da arrecadação dos brinquedos, pelo telefone 3221.8600.

Reunião com o Incra 

Após a celebração ecumênica, por volta das 11h30, os movimentos sociais se reunirão com a superintendente estadual do instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Lenilda Lima.

Com o órgão será debatida a situação das famílias que estão acampadas na Praça Sinimbu, há dez meses. De acordo com as lideranças, é de inteira responsabilidade do Incra a resolução da problemática em que se encontram os camponeses.

Nenhum comentário: