sexta-feira, 18 de outubro de 2013

19ª Feira Camponesa registra recorde de alimentos

300 toneladas estão sendo comercializadas na Praça da Faculdade

“A maior feira de agroecológicos já realizada em Maceió”. É assim que a Comissão Pastoral da Terra (CPT) define a 19ª Feira Camponesa após o levantamento final realizado na noite de ontem (17). O número ultrapassou a marca de 300 toneladas de alimentos.
 
A abóbora foi o alimento de maior produção nos assentamentos, os trabalhadores rurais trouxeram à Maceió 118.145 kg do legume também conhecido como Jerimum.  A macaxeira teve a segunda maior quantidade, com 38.490 kg. Banana maçã, naninca, prata e ouro juntas ultrapassaram 20 mil kg e a comprida sozinha registrou 28.535 kg.
 
“A maioria dos produtos já foram vendidos. Tem trabalhador que já vendeu tudo e ontem mesmo voltou para casa”, afirmou Heloisa Amaral, coordenadora da CPT. A Feira Camponesa está programada para encerrar sábado às 12h.  “Ainda dá tempo de vir à Feira comprar alimento saudável”, completou Heloisa.
 
Cultura popular marca o segundo dia da Feira Camponesa
 
Os assentamentos da reforma agrária têm produzido o melhor alimento do Estado de Alagoas. São produtos agroecológicos e com sabor de justiça social. Mais do que isso, os assentamentos representam a esperança de uma vida nova regada do melhor da cultura popular. Assim, o segundo dia da Feira Camponesa apresentou ao povo alagoano a arte da capoeira e o forró pé-de-serra.
 
A Capoeira Palmares e o Forró Nó Cego também são produtos dos assentamentos. “Todos os capoeiristas que jogaram aqui são assentados organizados pela CPT e o forrozeiro Saúba está há 14 anos na luta pela reforma agrária”, afirmou Carlos Lima, coordenador da CPT, convidando a todo povo alagoano para prestigiar o encontro de sanfoneiros que ocorrerá hoje a partir das 19h na festa de encerramento da Feira.


 

Nenhum comentário: