sábado, 22 de março de 2014

CPT realiza sua 25ª Assembleia Estadual

Na programação, balanço da luta pela terra, entrega de Certificado de Acampamento Destaque e concessão do Prêmio Dom Helder ao Professor Sávio Almeida



A Comissão Pastoral da Terra (CPT/AL) realizará entre os dias 25 a 27 de março sua  25ª Assembleia Estadual no Centro Catequético dos Irmãos Marista - Barra de São Miguel. Além dos agentes pastorais, o encontro reunirá 120 camponeses e terá como tema "Campesinato: Teimosia e Resistência".

Na ocasião, os Camponeses, representantes de cerca de 40 assentamentos/acampamento do litoral, sertão e região da mata, debaterão sobre sua organização, a luta pela terra e o planejamento para o próximo período. A abertura, prevista para às 10h, contará com a presença de representantes de Pastorais da Igreja Católica, de Sindicatos e Movimentos Sociais e hará a entrega do Certificado ao Acampamento Destaque e do Prêmio Dom Helder, um justo reconhecimento àqueles que no último ano tiveram notoriedade em sua contribuição à luta pela terra.

Realizado às vésperas dos 50 anos do Golpe Militar no Brasil, a Assembleia também realizará homenagens aos mártires da luta pela terra. "A Ditadura Militar assassinou centenas de lutadores do campo no momento que mais se acumulou força na luta pela Reforma Agrária. Hoje, o nosso país continua injusto em sua estrutura fundiária e assassinando os que teimosamente continuam a lutar pela terra", afirmou Carlos Lima, Coordenador Regional da CPT.

O evento será encerrado na sexta, 27 de março, com a aprovação da Carta da 25ª Assembleia Estadual e realização de mobilização em Maceió.

Acampamento Destaque

Todos os anos, os camponeses em luta pela terra recebem durante a realização da Assembleia o reconhecimento da CPT e de seus companheiros, através do Certificado Organização e do Certificado Resistência. Em 2014, o acampamento Santa Clara (BR-101, Messias) receberá os dois, sob a nova nomenclatura de Certificado Destaque, por sua combatividade no último período. "É um acampamento que cresce todo dia, produz bastante, enfrenta e é vitorioso numa constante luta contra a Usina Santa Clotilde", enfatiza o coordenador da CPT.

Prêmio Dom Helder

Criado em 2002 para homenagear  personalidades que se destacaram em defesa da luta no campo, o Prêmio Dom Helder já se consolidou como a principal homenagem do campesinato em Alagoas.  Este ano, o professor, lutador e companheiro da CPT, Sávio Almeida, levará o Prêmio devido a relevância de sua atuação na colaboração política, prática e intelectual.

"Tem algum tempo que Sávio tem se dedicado a ajudar os movimentos socais do campo. Em 2012, produziu artigos sobre a luta na terra e assessorou encontros da juventude e de militantes do campo. Já 2013, foi o entusiasta e organizou, junto a mim e ao Val (MLST), o livro "Terra em Alagoas: Temas e Problemas", uma importante contribuição intelectual ao movimento agrário", ressaltou Carlos Lima.

Nenhum comentário: