quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Encontro Estadual da Juventude Camponesa discute identidade e produção agroecológica


Nos dias 29, 30 e 31 de outubro, o assentamento Flor do Bosque, em Messias, acolheu o Encontro Estadual da Juventude Camponesa. Com o tema “Identidade e produção agroecológica”, o evento reuniu cerca de 70 jovens vindos do sertão, do litoral e da zona da mata, de áreas acompanhadas pela CPT.

O encontro estadual marcou o encerramento das atividades com juventude em 2014. Alexsandra Timóteo, coordenadora de juventude da CPT, explicou que houve encontros preparatórios, por regiões, para discutir a permanência e a luta dos jovens no campo e a consciência agroecológica.

“Esse foi um momento muito importante, pois representou o ápice de uma série de atividades que construímos com os jovens dos acampamentos e assentamentos nesse ano. Foi uma experiência boa e conseguimos tratar de temas da realidade deles”, disse Timóteo.

Programação

A coordenação estadual propôs uma agenda bem diversificada, tratando de temas como cultura, sexualidade, acesso à terra, militância camponesa, trabalho e renda. Todo o evento foi construído coletivamente, com dinâmicas e místicas, representando um crescimento para a vida dos jovens.

Já na abertura, a presença do Padre Valmir Galdino, pároco de Messias, e do pastor Wellington Santos, da Igreja Batista do Pinheiro, enriqueceram a consciência dos jovens com saudações à juventude camponesa. O primeiro dia foi encerrado com uma roda de conversa sobre a 27ª Romaria da Terra e das Águas.

No segundo dia, quatro importantes oficinas foram realizadas: Agricultura familiar, trabalho e renda; Acesso à terra, agroecologia e condições de produção; Cultura nordestina; Gênero, sexualidade e diversidade sexual. Em seguida, Carlos Lima, coordenador da CPT, realizou uma palestra com o tema “o que é ser um militante?”, que norteou as discussões do dia.

Ainda na quinta-feira, antes do dia da plenária final, as jovens e os jovens realizaram um Festival de Cultura Camponesa, com apresentações de diversos acampamentos, capoeira e muita música.

“Todos saíram muito fortalecidos. As palestras, as oficinas e as celebrações conceberam boas propostas e perspectivas para o ano de 2015”, concluiu a coordenadora da juventude camponesa ao comemorar o resultado do encontro.

Nenhum comentário: