quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Romaria defende acesso dos pobres às águas do canal do sertão



Na noite do sábado, 26 de setembro, até o amanhecer do domingo (27), romeiros e romeiras de diversas regiões de Alagoas caminharão juntos em defesa das águas do Rio São Francisco. Com o tema “Dá-me dessa água”, a 7ª Romaria das Águas e da Terra acontece no município de Delmiro Gouveia. A concentração está marcada para às 20 horas, com a realização da Santa Missa, no pátio da Igreja Nossa Senhora do Rosário.

Organizada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), em parceria com o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), a UFAL Câmpus Sertão e a Diocese de Palmeira dos Índios, a Romaria do Sertão traz o lema “água: canal da vida, presença de Deus” e propõe dialogar com a população sobre a água e a terra como elementos divinos e essenciais para existência.

“Iremos refletir, a partir da nossa fé, a concentração das águas e da terra, de forma particular o projeto canal de sertão. Essa obra, que é apresentada pelos governos como a salvação do povo sertanejo, infelizmente ainda não mudou a realidade do povo pobre”, afirma Carlos Lima, coordenador regional da CPT.

Para a Pastoral da Terra, o canal precisa beneficiar os mais necessitados. “Queremos alterar o destino final dessas águas. No projeto atual, apenas 6% da água será utilizada para o consumo humano. O grande fluxo servirá à mineração e à irrigação nas áreas dos latifundiários da região. O povo continuará às margens do canal”, completou Lima apresentando que a finalidade do canal deva ser “levar água para quem tem sede”. 

O ato de fé, resistência e esperança sairá do centro da cidade de Delmiro, passando pela UFAL, até as margens do Canal do Sertão, divisa com Água Branca, um percurso total de 8 km. A previsão da organização é que cerca de 3 mil pessoas participem da romaria.

Serviço
7ª Romaria das Águas e da Terra
Dias: 26 e 27 de setembro
Local: Delmiro Gouveia
Concentração às 20 horas na Igreja Nossa Senhora do Rosário

Nenhum comentário: